MENU

Macunaíma (PDF) - Mário de Andrade

Livros em PDF para Download - Domínio Público

Macunaíma, livro de Mário de Andrade publicado em 1928, é considerado um dos principais romances modernistas. A obra é uma rapsódia sobre a formação do Brasil, em que vários elementos nacionais se cruzam numa narrativa que conta a história de Macunaíma, o herói sem nenhum caráter.



Macunaíma (PDF) - Mário de Andrade

Livros em PDF para Download - Domínio Público

Macunaíma, livro de Mário de Andrade publicado em 1928, é considerado um dos principais romances modernistas. A obra é uma rapsódia sobre a formação do Brasil, em que vários elementos nacionais se cruzam numa narrativa que conta a história de Macunaíma, o herói sem nenhum caráter.

Macunaíma - Resumo do livro



Macunaíma nasceu numa tribo, localizada na selva amazônica, onde viveu por toda a sua infância. Tem dois irmãos, Maanape e Jiguê. Macunaíma tem vários defeitos que o diferem dos demais meninos: mentiroso, traidor, preguiçoso, adora falar palavrões.

Na juventude, apaixona-se pela índia Ci, a Mãe do Mato, sendo este seu único amor, que lhe deu um filho, um menino que morre de forma prematura. Com isso, desiludida, Ci decide morrer e por meio de um cipó ela sobre aos céus, transformando-se em uma estrela, entretanto, antes ela deixa para Macunaíma o seu amuleto da sorte, a pedra muiraquitã. Macunaíma perde esse amuleto e descobre que ele foi levado por Venceslau Pietro Pietra, o gigante Piaimã, que morava em São Paulo. Então, o índio e seus irmãos resolvem recuperar a pedra. Portanto, sabiam que teriam que enfrentar o gigante, comedor de gente.

Chegando em São Paulo, Macunaíma vivencia diversas aventuras na tentativa de recuperar o amuleto. Em seguida, percorre várias regiões do Brasil, enfrentando outras aventuras, até o retorno de Piaimã, que o convida para uma macarronada, intencionado em comer Macunaíma. Porém, o herói mata o gigante e recupera a sua pedra.

Macunaíma e seus irmãos decidem retornar à Uraricoera, mas, ao chegar, não encontram sua tribo. Os irmãos de Macunaíma morrem no caminho devido à vingança do herói, que enfrenta os dias solitários até que um papagaio aparece e escuta toda a sua história.

Macunaíma - Personagens



O livro de Mário de Andrade está cheio de personagens que retratam as características do povo brasileiro. Muitos deles fazem uma passagem rápida pela narrativa e servem de alegoria para defeitos ou qualidades do caráter nacional.

Outros personagens fazem parte de todo o enredo e tem um papel importante para o desenvolvimento do livro.





Macunaíma - É o personagem principal, o herói sem nenhum caráter. É um amálgama da formação do Brasil. É índio, negro e, depois de tomar banho na poça do pé do gigante Sumé, vira europeu. Individualista e muito preguiçoso, seu bordão é "ai que preguiça". As ações de Macunaíma são fruto de uma mistura de malandragem, egoísmo, vingança e inocência. É difícil prever qual decisão ele vai tomar diante de um dilema. Suas escolhas nos dão algumas surpresas ao longo do romance. Macunaíma também é muito lascivo e apegado à vida fácil e de prazeres.

Jiguê - Irmão do meio. Suas companheiras sempre acabam dormindo com Macunaíma. Jiguê é um homem forte e bravo, se vinga das traições batendo nas suas mulheres, porém raramente dá uma sova no irmão. Ele também tenta se lavar depois que vê seu irmão se transformar em branco, mas a água já estava suja e ele se lava pouco, ficando com a pele cor de cobre.

Maanape - É o irmão mais velho, é feiticeiro e revive o herói algumas vezes. Muito sábio, passa boa parte do romance cuidando de Macunaíma. Ele também tenta se lavar na poça mágica depois de Jiguê, mas já não restava quase nada de água, então ele continua negro, só com as palmas do pés e das mãos brancas.

Venceslau Pietro Pietra - Fazendeiro peruano abastado que vive em São Paulo. Ele tem a posse da muraiquitã que Macunaíma quer recuperar. Venceslau também é o gigante Piaimã comedor de gente, que mora numa casa grande no Pacaembu e tem hábitos europeus. Faz viagem para a Europa e sai na coluna social, como gente na polenta e na macarronada.

Ci - Mãe do Mato, ela faz parte da tribo das icamiabas, que são mulheres guerreiras que não aceitam a presença de homens. Torna-se a mulher de Macunaíma depois do herói forçá-la a ter relações sexuais. Ele passa a ser o novo Imperador do Mato-Virgem. Junto eles têm um filho que morre ainda bebê e se torna o planta do guaraná.

Macunaíma (PDF) - Mário de Andrade


Livro em PDF para Download - Domínio Público





More by SANDERLEI

TRENDS - SONG LYRICS
Radar by Sanderlei
Everything in the musical world / Tudo que rola no mundo musical / ทุกอย่างในโลกดนตรี / Все в музыкальном мире / 音楽界のすべて.